Depressão

Definição

A depressão pode ser descrita como uma sensação de tristeza, infelicidade, abatimento ou pesar. A maioria de nós já se sentiu assim em algum momento, por um período breve.

A depressão clínica é um transtorno de humor no qual a sensação de tristeza, pesar, raiva e frustração interfere na vida diária por um longo período.

Para obter mais informações sobre os sintomas e tratamento da depressão, consulte:

Nomes alternativos

Tristeza; Vazio; Desânimo; Melancolia

Considerações

Os sintomas de depressão incluem:

Baixa autoestima é comum com a depressão. Também são comuns explosões repentinas de raiva e falta de prazer em atividades que você pratica normalmente, incluindo sexo.

Crianças deprimidas talvez não apresentem os mesmos sintomas que se manifestam na depressão em adultos. Preste atenção em mudanças no desempenho escolar, nos hábitos de sono e no comportamento. Se você acha que seu filho pode estar deprimido, vale a pena conversar com um médico.

Os principais tipos de depressão incluem:

Outras formas comuns de depressão incluem:

A depressão também pode se alternar com uma fase maníaca (também chamada de psicose maníaco-depressiva ou transtorno bipolar).

A depressão pode ser mais comum em mulheres do que em homens. Isso se deve ao fato de que as mulheres procuram ajuda com mais frequência. A depressão também é mais comum durante a adolescência.

Causas comuns

A depressão muitas vezes vem de família. A causa pode estar em seus genes (herança genética), em comportamentos adquiridos em casa ou ambos. Mesmo que devido aos seus genes você tenha mais tendência a ter depressão, um evento estressante ou trágico costuma provocar a depressão.

Muitos fatores podem causar a depressão, incluindo:

Cuidados em casa

Se você está deprimido há 2 semanas ou mais, entre em contato com um médico ou outro profissional antes que seus sintomas piorem.

Não importa que tipo de depressão você tenha ou a gravidade, as seguintes medidas caseiras podem ajudar:

Se sua depressão ocorre nos meses de outono ou inverno, experimente a fototerapia, com o uso de uma lâmpada especial que é como a luz do sol.

Se você apresentar depressão moderada ou grave, o plano de tratamento mais eficaz provavelmente envolverá uma combinação de psicoterapia, mudanças no estilo de vida e medicação.

Ligue para seu médico se

Ligue para 192 ou para um telefone de ajuda para quem cogita o suicídio, ou procure o atendimento de emergência mais próximo se você tem pensado em causar danos a si mesmo ou a outras pessoas.

Ligue para o médico se:

O que esperar da consulta médica

Seu médico descobrirá a gravidade de sua depressão (leve, moderada ou grave) e detectará a causa do problema ao realizar:

Se houver riscos de tentativa de suicídio, talvez seja necessário permanecer no hospital para tratamento.

Você conversará com seu médico sobre os problemas e eventos que podem estar causando a depressão. O médico fará perguntas sobre:

O tratamento dependerá de seus sintomas. Para a depressão leve, orientação psicológica e práticas de cuidados caseiros podem ser o suficiente. A terapia mais eficaz para depressão moderada ou grave é uma combinação de medicamentos antidepressivos e terapia por meio de conversa.

Seu médico poderá conduzi-lo a um psiquiatra se sua depressão for moderada ou grave, ou se o quadro não apresentar melhoras com o tratamento.

Para obter mais informações sobre o tratamento, consulte: Depressão profunda

Prevenção

Hábitos de estilo de vida saudáveis podem ajudar a prevenir a depressão e a reduzir as chances de uma recaída. Psicoterapia e antidepressivos também podem diminuir a probabilidade de você ter depressão novamente.

A psicoterapia pode ajudá-lo em períodos de dor, estresse ou tristeza. A terapia familiar pode ajudar adolescentes que se sentem tristes.

Manter o contato próximo com outras pessoas é importante para evitar a depressão.

Referências

Fava M, Cassano P. Mood disorders: Major depressive disorder and dysthymic disorder. In: Stern TA, Rosenbaum JF, Fava M, Biederman J, Rauch SL, eds. Massachusetts General Hospital Comprehensive Clinical Psychiatry. 1st ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier; 2008:chap 29.

American Psychiatric Association. Practice guidelines for the treatment of patients with major depressive disorder. 2nd ed. September 2007.


Reveja Data: 12/20/2014
Avaliado por: Paul Ballas, DO, Attending Psychiatrist, Friends Hospital, Philadelphia PA. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com