Anormalidades da marcha

Definição

Anormalidades da marcha consistem em padrões incomuns e incontroláveis que geralmente ocorrem em função de doenças ou lesões nas pernas, pés, cérebro, medula espinal ou ouvido interno.

Nomes Alternativos

Anormalidades da marcha

Considerações

O padrão de como uma pessoa anda é chamado de marcha. Há muitos tipos diferentes de problemas de marcha que ocorrem sem que a pessoa possa controlar. Na maioria dos casos, esses problemas ocorrem por causa de algumas condições físicas.

Algumas anormalidades possuem nomes:

Causas Comuns

A marcha anormal pode ser provocada por doenças em diversas regiões do corpo.

As causas gerais da marcha anormal podem incluir:

Esta lista não inclui todas as causas de marcha anormal.

CAUSAS DE MARCHAS ESPECÍFICAS

Marcha propulsiva:

Marcha espástica (de tesoura):

Marcha em steppage:

Marcha de pato:

Marcha atáxica ou de base larga:

Cuidados Domésticos

O tratamento da causa geralmente melhora a marcha. Por exemplo, as anormalidades de marcha decorrentes de traumas a regiões da perna melhoram à medida em a perna sara.

A fisioterapia quase sempre ajuda em distúrbios da marcha de longo e curto prazo. A terapia reduzirá o risco de quedas e outras lesões.

Para uma marcha anormal que ocorre com o distúrbio de conversão, aconselhamento e apoio da família são recomendados.

Para a marcha propulsiva:

Para marcha de tesoura:

Para marcha espástica:

Para marcha em steppage:

Para marcha de pato, siga o tratamento prescrito pelo médico.

Consulte seu médico se

Se houver qualquer sinal de anormalidades da marcha incontroláveis e inexplicáveis, procure um médico.

O que esperar no consultório do seu médico

O médico fará perguntas relacionadas ao histórico médico e realizará um exame físico.

Entre as perguntas relacionadas ao histórico médico estão:

Padrão de tempo:

Qualidade (tipo de distúrbio da marcha):

Outros sintomas:

Medicamentos:

Histórico de lesões:

Histórico de doenças:

Tratamentos:

Histórico do paciente e familiar:

O exame físico consistirá em exames muscular, ósseo e do sistema nervoso. O médico decidirá quais testes realizará com base nos resultados do exame físico.

Referências

Griggs R, Jozefowicz R, Aminoff M. Approach to the patient with neurologic disease. Em: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23ª ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007: cap. 418.

Thompson PD. Gait disorders. Em: Bradley WG, Daroff RB, Fenichel GM, Jankovic J, eds. Neurology in Clinical Practice. 5ª ed. Philadelphia, Pa: Butterworth-Heinemann Elsevier; 2008: cap. 24.


Reveja Data: 2/3/2015
Avaliado por: Amit M. Shelat, DO, FACP, Attending Neurologist and Assistant Professor of Clinical Neurology, SUNY Stony Brook, School of Medicine, Stony Brook, NY. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Isla Ogilvie, PhD, and the A.D.A.M. Editorial team.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com