Fezes escuras ou com sangue

Definição

Muitas vezes, fezes com sangue são um sinal de lesão ou distúrbio no trato digestório. Seu médico pode usar o termo "melena" para descrever fezes pretas, pastosas e com cheiro forte ou "hematoquezia" para descrever fezes vermelhas ou marrom avermelhadas.

Nomes alternativos

Fezes, com sangue; Hematoquezia; Melena; Fezes, pretas ou como piche

Considerações

O sangue nas fezes pode vir de qualquer parte do trato digestório, da boca até o ânus. Ele pode estar presente em pequenas quantidades que não podem ser vistas e são detectáveis somente por um exame de sangue oculto nas fezes.

Quando há sangue suficiente para alterar a aparência das fezes, o médico precisa saber a cor exata para ajudar a encontrar o local do sangramento. Para fazer o diagnóstico, o médico pode usar endoscopia ou exames radiográficos especiais.

Em geral, fezes pretas significam que o sangue é originário da parte superior do trato gastrointestinal. Isso inclui o esôfago, o estômago e a primeira parte do intestino delgado. O sangue normalmente se parece com piche quando é exposto aos sucos digestivos do corpo conforme passa pelos intestinos.

As fezes marrom avermelhadas ou de cor vermelha vibrante geralmente sugerem que o sangue vem da parte inferior do trato gastrointestinal (intestino grosso, reto ou ânus). Porém, algumas vezes, as hemorragias intensas ou rápidas no estômago provocam fezes de cor vermelha vibrante.

Comer alcaçuz preto ou mirtilo e tomar comprimidos de ferro, chumbo ou remédios de bismuto, como Pepto-Bismol, também pode causar fezes pretas. Às vezes, a beterraba e o tomate podem tornar as fezes avermelhadas. Nesses casos, o médico pode examinar as fezes com uma substância química para descartar a presença de sangue.

Um sangramento no esôfago ou no estômago (como na doença úlcera péptica) pode fazer com que você vomite sangue.

Causas comuns

A parte superior do trato gastrointestinal geralmente provoca fezes pretas devido a:

A parte inferior do trato gastrointestinal geralmente causa fezes com sangue, marrom avermelhadas ou vermelho vibrante devido a:

Ligue para o médico se

Ligue imediatamente para o médico se notar sangue ou alterações na cor de suas fezes. Mesmo que você ache que hemorroidas estejam provocando o sangue nas suas fezes, o médico deve examiná-lo para se certificar de que não existe outra causa mais grave.

Em crianças, uma pequena quantidade de sangue nas fezes geralmente não é grave. As causas mais comuns são constipação e alergia a leite. Entretanto, ainda assim é importante informar ao médico, mesmo que não seja necessária uma avaliação.

O que esperar da consulta médica

O médico preparará seu histórico médico e fará um exame físico, com foco no abdome e no reto.

As seguintes perguntas podem ser incluídas no histórico para entender melhor as possíveis causas de suas fezes com sangue ou escuras:

O tratamento depende da causa e da gravidade da hemorragia. Em caso de hemorragia grave, você poderá ser internado em um hospital para monitoramento e avaliação. Se houver hemorragia intensa, você será monitorado em uma unidade de terapia intensiva. O tratamento de emergência pode incluir transfusão sanguínea.

Os seguintes exames de diagnóstico podem ser realizados:

TRATAMENTO

Se você evacuar muito sangue, poderá precisar de tratamento de emergência, que inclui:

Prevenção

Para obter informações sobre como prevenir as diferentes causas de fezes escuras ou com sangue, consulte:

Referências

Henneman PL. Gastrointestinal bleeding. In: Marx JA, Hockberger RS, Walls RM, et al, eds. Rosen's Emergency Medicine: Concepts and Clinical Practice. 7th ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier;2009:chap 22.

Garcia-Tsap G, Sanyal AJ, Grace ND, Carey WD: Practice Guidelines Committee of American Association for Study of Liver Diseases: Practice Parameters Committee of American College of Gastroenterology. Prevention and management of gastroesophageal varices and variceal hemorrhage in cirrhosis. Am J Gastroenterol. 2007; 102:2086-2102.

Lieberman Da. Clinical practice. Screening for colorectal cancer. N Engl J Med. 2009;361:1179-1187.

Lanza FL, Chan FK, Quigley EM: Practice Parameters Committee of the American College of Gastroenterology. Guidelines for prevention of NSAID-related ulcer complications. Am J Gastroenterol. 2009;104:728-738.


Reveja Data: 1/6/2013
Avaliado por: David C. Dugdale, III, MD, Professor of Medicine, Division of General Medicine, Department of Medicine, University of Washington School of Medicine. Also reviewed by A.D.A.M. Health Solutions, Ebix, Inc., Editorial Team: David Zieve, MD, MHA, Bethanne Black, Stephanie Slon, and Nissi Wang.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
adam.com